Tratamentos

Aumento da região peitoral

A melhoria da definição e aumento da região torácica, apresenta cada vez mais procura por parte dos homens, quer seja na presença de defeitos da parede óssea e muscular, quer seja para ter uns peitorais mais desenvolvidos. Este aumento consegue-se com implantes de silicone, que são feitos de um material mais compacto e flexível que os implantes femininos, que são macios, dando a consistência de um músculo trabalhado. Geralmente tem a forma retangular.

Esta cirurgia só deve ser realizada após paragem do período de crescimento, quando as estruturas ósseas e musculares já estão desenvolvidas. Deve ser feita uma correta avaliação das expectativas do paciente.

Sob anestesia sedativa ou geral, é feita uma pequena incisão abaixo da axila por onde se introduzem os implantes num plano por baixo do músculo peitoral. A cirurgia demora cerca de duas horas a realizar. Habitualmente, é deixado um dreno aspirativo durante vinte e quatro horas. Pode ser realizada em ambulatório. A cicatriz com o tempo torna-se quase impercetível na linha axilar e com os pelos. Recomenda-se o uso de um colete compressivo durante o primeiro mês e repouso durante a primeira semana. Esforços como a condução só devem ser retomados ao fim de uma a duas semanas e exercício físico com carga do peitoral, tal como musculação, só ao fim de três meses. Deverá também ter cuidado com a exposição solar durante dois meses. De início é de prever um desconforto local, devido a distensão e desinserção dos músculos peitorais mas que vai progressivamente melhorando.

A principal complicação é poder notar-se o contorno interno do implante durante certos movimentos e um aspeto muito pouco natural.


voltar