Tratamentos

Ritidectomia braquial / Braquiplastia/lifting de braços

A flacidez da pele da parte interna dos braços começa a aparecer a partir dos cinquenta anos ou quando ocorre um emagrecimento acentuado. Embora o exercício físico possa melhorar o tónus muscular, não tem qualquer influência na flacidez da pele. A única forma de corrigir é com a remoção do excesso de pele do braço, cirurgia que deixa uma cicatriz vertical na face interna do braço e que se prolonga da axila ao cotovelo, daí que seja importante avaliar a relação custo-benefício, pois esta cicatriz será sempre visível quando levantar o braço. Por este motivo, para mim só deve ser feito quando a pele estiver realmente bastante flácida e em excesso, como ocorre após emagrecimento excessivo. De advertir que em casos em que existe excesso de gordura associado a flacidez, poderá ser feita uma Lipoaspiração associada à remoção do excesso de pele. Fazer só a Lipoaspiração quando existe flacidez está contraindicado pois aumenta a flacidez. Em certos casos, em que a flacidez é pouca e mais na parte superior do braço e axila, é possível posicionar a cicatriz na axila na direção horizontal, o que a torna menos evidente. Mas mesmo assim não esqueça que ao levantar os braços, esta cicatriz também é visível.

Esta cirurgia demora cerca de uma hora e é feita sob anestesia sedativa ou local, dependendo da extensão. Pode ser feita em ambulatório.

As feridas operatórias são cobertas com pensos impermeáveis, por forma a poder tomar duche.

Recomenda-se uma semana de repouso com os braços, sem carregar pesos ou manter o cotovelo dobrado durante muito tempo. As mãos habitualmente incham um pouco e é um pouco desconfortável, principalmente ao nível da axila. Este desconforto vai melhorando nas primeiras duas semanas assim como o inchaço.

Habitualmente faz-se uma sutura intradérmica com um fio reabsorvível, reforçada com pontos externos, que são removidos entre os sete a dez dias. Por vezes é recomendado massagem de Drenagem Linfática de modo a acelerar a recuperação.

Após remoção dos pontos, recomenda-se a colocação de um gel para cicatrizes de modo a acelerar a boa evolução das mesmas. As cicatrizes nesta região demoram muito tempo a clarear, por vezes mais de um ano, e também podem alargar ou ficar hipertróficas, necessitando de correção cirúrgica posteriormente.

Imagens antes e depois


voltar