Mitos e Realidades

1. Introdução

Não é possível neste curto texto ser exaustivo em relação à descrição de cirurgias e tratamentos que podem ser feitos em quase todas as regiões do corpo.

A tendência actual é a de associar várias técnicas com um menor grau de agressividade, de modo a permitir uma recuperação mais rápida, com um resultado mais natural.


voltar ao topo

2. Botox

O botox, tratamento muito utilizado na actualidade, consiste em administrar uma substância capaz de bloquear a contracção dos músculos faciais provocadores de rugas. Não trata a flacidez, que se já estiver instalada e acompanhada de grande excesso cutâneo, só consegue ser resolvida com ritidectomia cervico-facial, o chamado "lifting". Por outro lado existe o mito de que com  o botox se perde a expressão total da face. Tal pode acontecer se a sua administração for feita sem critério e conhecimento clínico. Os melhores resultados com o botox são alcançados logo após o aparecimento das primeiras rugas e não quando elas já estão muito marcadas.


voltar ao topo

3. Substâncias de preenchimento

As substâncias de preenchimento de rugas têm evoluído bastante nos últimos anos. Podemos dividi-las em definitivas e não definitivas. As definitivas podem sofrer rejeição ou provocar alergias. As não definitivas são extremamente seguras.

Estas substâncias não corrigem a flacidez e não dão alteração da expressão. Se aplicadas aos primeiros sinais de aparecimento das rugas, sobretudo ao nível dos lábios, sulcos naso-genianos ou na região frontal, permitem um atraso no  envelhecimento cutâneo. O resultado é melhor se estas substâncias forem associadas a bons cuidados com a pele, tais como a manutenção de uma adequada hidratação, o evitar a exposição solar, o não fumar e uma alimentação equilibrada.


voltar ao topo

4. Suspensões

As suspensões com os chamados fios, não resolvem a flacidez  acentuada. A sua aplicação não é indolor e a recuperação é cerca de uma semana. Só estão indicados em idades jovens, sem flacidez marcada, sendo o resultado pouco duradouro.


voltar ao topo

5. Blefaroplastia

A blefaroplastia é uma cirurgia de  execução relativamente simples, feita em ambulatório, sendo a única que consegue retirar os "papos" e pele em excesso das pálpebras. Os principais mitos são a perda da expressão ou as cicatrizes visíveis. Tal não se verifica, quando é feita com critério; a expressão mantém-se após o período de recuperação completa, as cicatrizes são quase imperceptíveis e os resultados duradouros. O mesmo se passa com o "lifting" cervico-facial. É a única solução para a flacidez do pescoço e face. É feito, normalmente, em idades a partir dos 40-50 anos e os resultados são naturais e estáveis. Actualmente, as incisões cutâneas têm menor extensão e são adaptadas caso a caso. Cada vez mais é utilizada a associação de técnicas de modo a rentabilizar o resultado.


voltar ao topo

6. Rinoplastia

A rinoplastia  ao contrário do que se pensa é uma cirurgia rápida e que não deixa cicatriz visível. Tem um período de recuperação de cerca de 15 dias. Deve ser feita só após os 18 anos, idade em que, habitualmente, se assiste a uma estabilização do crescimento.


voltar ao topo

7. Lipoaspiração

A lipoaspiração é uma técnica que tem evoluído bastante e com esta evolução, surgiu também o conceito de "lipoaspiração à hora do almoço". Isto não é de modo nenhum correcto, mesmo tratando-se de uma pequena lipoaspiração e com utilizando as técnicas mais modernas, não deixa de ser uma cirurgia com todos os riscos inerentes à cirurgia.

A lipoaspiração não trata a celulite, ela só vai actuar em depósitos profundos de gordura e assim alterar o contorno corporal. O resultado é duradouro se o peso for mantido e depende da experiência do cirurgião, da zona do corpo aspirada e da qualidade da pele do paciente. Não deve ser feita quando a pele apresenta flacidez acentuada.


voltar ao topo

8. Estrias

As estrias são um problema para o qual ainda não há solução eficaz, excepto se estiverem numa área em que seja possível removê-las cirurgicamente. Existem múltiplos tratamentos disponíveis, cujo objectivo é estimular o colagéneo e contrair a estria, mas esta nunca desaparece.


voltar ao topo

9. Abdominoplastia

A abdominoplastia é a técnica de eleição para corrigir a flacidez abdominal, remover estrias e o excesso de pele abdominal. A cicatriz é posicionada de modo a ficar coberta com a roupa íntima. Idealmente deve ser feita quando a mulher já não pensa ter mais filhos.


voltar ao topo

10. Mamoplastia de redução

A mamoplastia de redução está indicada nas hipertrofias mamárias, que surgem por excesso de peso, após a gravidez ou simplesmente por factor genético. A hipertrofia mamária é causa comum de dor e deformação a nível da coluna cervico-dorsal. Esta cirurgia  deixa cicatriz visível, que com o tempo tende a disfarçar. Existem várias técnicas que deixam mais ou menos cicatrizes, tendo cada técnica indicação de acordo com o tipo de mama, idade, cor da pele. Pode ser feita em idades jovens após estabilização do período de crescimento. A capacidade para amamentar está relacionada com a técnica utilizada.


voltar ao topo

11. Mamoplastia de aumento

A mamoplastia de aumento tem evoluído favoravelmente nos últimos anos. A qualidade das próteses mamárias actualmente é muito boa, ocorrendo menos fenómenos de contractura capsular ou rejeição. É uma cirurgia bastante segura e que pode na maioria dos casos ser feita sem necessidade de internamento. Só deve ser feita a partir dos 16-18 anos, quando o crescimento mamário estabilizou. A colocação de implantes mamários não impede a amamentação, nem está relacionada com aumento de probabilidade de desenvolver um tumor da mama. As cicatrizes ficam quase imperceptíveis, qualquer que seja a via para colocação dos implantes.


voltar ao topo

12. Cirurgia estética no homem

A cirurgia estética no homem  ainda é um "tabu" no nosso país. No entanto a procura tem aumentado, pois o factor imagem é cada vez mais importante no homem quer a nível profissional quer no capítulo das relações humanas. As indicações são idênticas às da mulher. O homem, por exemplo, tem a vantagem  de possuir uma pele que retrai melhor após uma lipoaspiração.

As cirurgias mais procuradas pelo homem são, entre outras, a rinoplastia, a lipoaspiração abdominal e a blefaroplastia. Os principais pedidos feitos são desejo de descrição, um resultado o mais natural possível e uma recuperação rápida.


voltar ao topo

13. Conclusão

Milagres cirúrgicos não existem. Um bom resultado cirúrgico depende não só da perícia do cirurgião, mas também de factores relacionados com o paciente, tais como, a história clínica, a idade e qualidade da pele, a ausência de hábitos tabágicos, a educação alimentar e a motivação do paciente.

Uma relação de confiança mútua cirurgião-paciente é fundamental para o sucesso do tratamento.


voltar ao topo