Artigos

Rejuvenescimento vaginal: mulheres recuperam controlo da sexualidade

É, segundo os dados de um estudo da Sociedade Internacional de Cirurgia Plástica Estética, um dos procedimentos cirúrgicos que mais tem crescido - nos EUA, realizam-se já, anualmente, 8.000 intervenções. Mas ainda que o rejuvenescimento vaginal continue, para muitas mulheres, a ser assunto tabu, o facto de figuras públicas como a apresentadora Sharon Osbourne, a atriz Gwyneth Paltrow ou as irmãs Kardashian terem falado abertamente sobre o tema, tornou-o motivo de conversa cada vez mais frequente nos consultórios de cirurgia plástica em todo o mundo.

Tal como o resto do corpo, também os lábios vaginais estão sujeitos aos efeitos da gravidade causada pelo envelhecimento. Para quem teve um ou mais filhos, o problema pode residir nas paredes vaginais, que esticaram durante o parto, reduzindo a sensação de prazer.

Seja qual for a razão, a procura do rejuvenescimento vaginal, que não é um procedimento, mas um conjunto de intervenções que pode incluir a redução dos pequenos ou dos grandes lábios, a correção do monte de Vénus ou o estreitamento vaginal, é motivada por uma insatisfação que pode ter diferentes motivos. 

Os principais têm sobretudo a ver com o desejo de tornar a relação sexual mais agradável, não só para as mulheres mas também para os seus parceiros, a correção de um problema físico que afeta a sua qualidade de vida ou o aumento da confiança sexual, dando à mulher a sensação de controlo sobre o seu próprio corpo e sexualidade.

 

Procedimentos simples

Feita com anestesia local, a cirurgia de redução dos pequenos lábios não deixa cicatriz visível, obrigando a uma abstinência sexual de cerca de 30 dias. Já no caso de a redução ser dos grandes lábios, pode aqui recorrer-se à lipoaspiração ou excisão, dependendo do caso.

Com o emagrecimento e a menopausa ocorre uma diminuição de volume dos grandes lábios. Este volume pode ser restaurado com infiltração de ácido hialurónico, sob anestesia local, não obrigando a paragem das atividades diárias.

A correção de excesso de volume do Monte de Vénus é feita com lipoaspiração sob anestesia local, enquanto o estreitamento vaginal permite corrigir o alargamento que ocorre após o parto ou que se instala com a idade. Realizado sob anestesia sedativa ou geral, obriga a uma pausa de 48h nas atividades diárias e de dois meses na prática de exercício físico e de atividade sexual.

Com a idade, a menopausa ou com a fricção por excesso de peso, a zona perineal sofre hiperpigmentação, que pode ser facilmente tratada com peelings, realizados por sessões. A recuperação do peeling é muito rápida.

 



voltar